Por que as informações na web influenciam o consumidor?

O universo digital não para de ganhar espaço e está cada vez mais comum ouvirmos a necessidade da conexão entre empresas e seu público alvo. Hoje, os consumidores pesquisam, buscam por informações, avaliações e recomendações do produto/serviço que almejam comprar ou contratar – uma grande quantidade de indicadores que darão ou não valor para a tomada de decisão.

A conexão digital agregou um estilo de consumo mais preciso, por isso entender o comportamento e as necessidades do consumidor garantem que seus produtos e/ou serviços continuem circulando neste novo mercado.

Ao analisar duas pesquisas tendo em vista uma posição comportamental de consumo em 2015 e outra em 2018 podemos nitidamente ver a necessidade de um marketing mais moderno, uma vez que já existe mudança de postura do consumidor tanto online quanto offline, que antes mesmo de finalizar sua compra busca informações online e os números são inquietantes.

Atualmente, a importância que o consumidor brasileiro dá as informações disponibilizadas sobre produtos e serviços na web está cada vez maior para decisões de compra. Vivemos em um mundo com incontáveis opções de marcas, produtos e serviços por isso quando estamos decidindo o que, como e onde consumir é natural que consultemos não apenas os amigos e família mas também o mundo de informações que estão disponíveis online para assim fazer a escolha certa.

Inicialmente analisando os números globais podemos notar que 84% das pessoas confiam em avaliações online tanto quanto uma recomendação pessoal, levando em conta que 7 em cada 10 consumidores irão escrever uma análise do que compraram ou contrataram se derem a oportunidade, a voz do influenciador se transforma em propaganda publicitária.

Os resultados continuam, em média de 2015-2018 90% dos consumidores lêm pelo menos 10 análises antes de formar uma decisão final e a necessidade de opiniões recentes são essenciais já que 73% das pessoas não consideram como relevantes as avaliações com mais de 3 meses.

Quando o assunto é aceitação o público é quem manda, 54% das pessoas navegam até sites após lerem uma análise positiva e 58% dos consumidores dizem que a classificação de uma empresa pelos clientes é o fator mais importante. Tendo como parâmetro a evolução do consumidor, mais pessoas estão lendo comentários regularmente (90% em 2018 vs. 33% em 2016), 91% dos consumidores lêm regularmente ou ocasionalmente avaliações online, apenas 9% dos consumidores não lêem avaliações on-line (vs. 29% em 2016), e o que vale a sua atenção é: 83% das pessoas já mudaram de opinião em relação a um produto/serviço após lerem avaliações.

Pesquisas fonte para os dados:

Local Consumer Review Survey 2016,

Examining impacts of negative reviews and purchase goals on consumer purchase decision 2018.