Lives

Com o isolamento, as formas de entretenimento e  modo de consumo se modificaram. Se antigamente usávamos TVs e computadores de forma esporádica para diversão ou somente para checar um email ao final de domingo, com a pandemia, ter uma boa internet, e ao menos uma opção de streaming se tornou primordial. 

Além das várias opções de filmes, séries e documentário que a HBO, Netflix, Amazon Prime disponibiliza, artistas, repórteres, influenciadores, professores entre outros  também se adaptaram para trabalhar e compartilhar online shows, aulas, opiniões e experiências durante a quarentena.

Se antes encontrávamos prazer em barzinhos e restaurantes com os amigos ou até mesmo uma ida ao shopping para um cinema no domingo ou olhar vitrines, com  a pandemia, modificamos nossa rotina, nosso modo de consumo e costumes no intuito de prezar pela saúde e segurança de todos. 

Marcas e  pessoas migraram para o online no intuito de manter contato com seu público ainda que de forma remota, no que é considerado o “novo normal”. Algo que tem sido muito utilizado nesse momento delicado, seja por artistas, apresentadores ou professores são as interações no formato de Lives. Por ainda ser novidade para muitos que utilizam desse recurso, essas transmissões já colocaram muitos em situações imprevisíveis, engraçadas e até mesmo embaraçosas.

Já tivemos de tudo um pouco, Ludmilla caiu na piscina de sua casa enquanto cantava, Bruno, da dupla Bruno e Marrone, fazendo declarações de amor para o amigo, Gusttavo Lima, icônico, proporcionou uma das primeiras e mais memoráveis lives com valores exorbitantes em arrecadações e doações. E se você pensa que  somente os cantores nos renderam cenas inusitadas em suas Lives, recente na live entre Fábio Porchat  e Guilherme Boulos, a mulher do  humorista bem que tentou ser invisível ao passar abaixada, mas foi vista somente de toalha na cabeça passando por trás do marido.

Outra cena muito comentada, que representou muito bem o “novo normal”, aconteceu durante uma aula do professor Claudio Hansen na qual filho do professor, de 5 anos interrompeu a aula para mostrar ao pai que seu dente de leite tinha caído, derretendo o coração de todos que os assistiam.

Acontecimentos como esses, são reflexo de como a quarentena mudou a nossas vidas e como a vida pessoal e profissional se misturam uma vez que estamos trabalhando, vivendo e nos relacionando dentro de casa.